News

Brevemente!!

sexta-feira, novembro 06, 2009

Revolução no Sporting

Paulo Bento, Pedro Barbosa e Miguel Ribeiro Telles demitem-se.

Texto retirado do site do Sporting

O treinador «leonino» esteve no Auditório do Estádio José Alvalade para anunciar a demissão do cargo de treinador principal da equipa profissional de futebol do Sporting, contando com toda a administração da SAD «leonina» nas primeira filas, bem como diversos elementos de outras estruturas do Clube que fizeram questão de comparecer.

As primeiras palavras de Paulo bento foram para classificar como «positivo os quatro anos e algumas semanas que estive como treinador principal do Sporting. Consegui alguns títulos embora nenhum deles o mais desejado, que era o campeonato e o nosso principal objectivo. Quero deixar uma palavra de agradecimento aos jogadores, à administração, aos médicos, roupeiros e secretários-técnicos, ou seja, todos os que estiveram connosco ao longo destes quatro anos. Sem eles não teria sido possível aguentar tanto tempo. Reconheço é que estive quatro meses a mais no Sporting. Sabia o que poderia acontecer, mas tomei a decisão de continuar mais com o coração do que a razão e, na maior parte das vezes, não é a melhor forma. Não estou arrependido, mas tenho de ter a honestidade e a clarividência para dizer que não foi a melhor decisão para mim e para o Sporting. Neste momento saio para bem do Sporting e dos seus jogadores. Não fui capaz de libertar os jogadores de determinados condicionalismos externos á equipa, de dotá-la de capacidade para fazer boas exibições e de alcançar outros resultados no campeonato nacional. A minha decisão nada teve a ver com o jogo de quinta-feira, pois a minha decisão estava já tomada desde o final do jogo com o Marítimo. Os treinadores têm, também, de ser um pouco actores e reconheço que fui muito pouco ao longo destes quatro ano, mas ontem teve que ser um bocadinho, pois quando falei no final do jogo, ainda não tinha comunicado a minha decisão à administração. Desde o jogo do Marítimo que apenas quatro mulheres (as minhas senhoras) e cinco homens (a minha equipa técnica) sabia da decisão. Via que estava a caminhar para um beco sem saída, não para mim, mas para os jogadores. Foi por eles que tomei a decisão e agora, quero desejar as maiores felicidades ao Sporting e aos jogadores".

Sobre o futuro, Paulo Bento salientou que irá ser "algumas vezes motorista das minhas filhas para a escola, fazer algum exercício e estar com os amigos, que foi coisa que não tive tempo. Depois trabalhar, mas não este ano. Não penso trabalhar esta temporada".

2 comentários:

Anónimo disse...

Sporting SSempre!

Anónimo disse...

http://www.acasualife.blogspot.com/